Sociedade

Expectativas em alta na concentração de Faro

Expectativas em alta na concentração de Faro

Mais de 20 mil motards entraram quinta-feira no recinto da concentração de Faro, o que constitui um recorde de entradas para o primeiro dia do evento. O concerto da banda inglesa Iron Maiden foi o responsável pela enchente.

O Moto Clube de Faro jogou uma cartada alta com a escolha de uma das mais aclamadas bandas de heavy metal para cabeça de cartaz da 30ª edição da concentração, mas a adesão do público, muitos vindos de propósito para o concerto, confirmou que se tratou de uma escolha acertada.

Os organizadores esperam que, até domingo, pelo recinto do Vale das Almas passem cerca de 30 mil pessoas o que, a confirmar-se, constitui um recorde.

Os motards começaram a chegar ainda durante o dia de ontem, mas foi esta tarde, sobretudo, a partir das 17 horas, que o movimento se começou a intensificar, num corrupio barulhento de rateres e com matrículas oriundas dos mais diversos países. À tarde, chegou mesmo a formar-se uma fila de centenas de pessoas à porta da zona de inscrições.

À concentração de Faro acorrem motards de muitas nacionalidades, mas sobretudo espanhóis, portugueses e ingleses, alguns há mais de 20 anos. Todos elogiam o ambiente descontraído que ali se vive e também a organização. Segundo a GNR, nas imediações e no interior do recinto hoje não se registou qualquer incidente.

Uma das atracções desta edição é um bar suspenso, que é içado por uma grua até cerca de 40 metros do solo e onde podem estar 40 pessoas em simultâneo. Quinze minutos nesta espécie de discoteca nas alturas, com muita música e luz, custam dez euros, com direito a duas bebidas (excepto bebidas brancas). E diz quem lá foi que a experiência justifica o dinheiro.

A concentração decorre até domingo. Tem um custo de entrada de 45 euros.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG