Sociedade

Faleceu bombeiro de Valença que estava internado em Coimbra

Faleceu bombeiro de Valença que estava internado em Coimbra

Faleceu, esta quinta-feira, o bombeiro da corporação de bombeiros de Valença que, há oito dias ficou gravemente ferido, após ter sido atingido por uma língua de fogo quando tentava retirar a viatura que conduzia do meio das chamas.

O homem, motorista dos bombeiros, ex-emigrante nos EUA, com 50 anos de idade, era voluntário naquela corporação há oito anos.

Tinha sofrido queimaduras de 2º e 3º graus "em 19% do corpo", sobretudo na cabeça, troco e braços, e encontrava-se internado na unidade de queimados do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra.

O incidente ocorreu durante a operação de combate a um incêndio que deflagrou cerca das 13.55 horas, a 29 de agosto, no lugar de Melim, freguesia de Sanfins, Valença, em zona florestal.

"Foi uma notícia recebida com muita consternação e emoção no nosso quartel, sobretudo porque ainda alimentávamos a expectativa de que pudesse recuperar, apesar de sabermos da gravidade do seu estado", disse o presidente da direção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Valença, Luís Brandão Coelho.

Desta forma, subiu para sete o número de bombeiros que morreram este ano no combate aos incêndios florestais.

*com Lusa

Outras Notícias