O Jogo ao Vivo

Fenprof

Fenprof critica "desvario" nos critérios de contratação de professores

Fenprof critica "desvario" nos critérios de contratação de professores

O líder da Fenprof, a maior federação sindical de professores, criticou, esta quinta-feira, o "desvario" que diz existir das "ofertas de escola" para preencher lugares vagos e responsabilizou o Ministério de Educação pela situação.

"A objectividade desapareceu" no processo de recrutamento de professores a nível de escolas e os critérios de selecção são os mais variados, havendo muitos casos em que a "opinião e a apreciação" do director do estabelecimento é o critério principal, apontou Mário Nogueira.

O sindicalista falava numa conferência de Imprensa realizada frente à Assembleia da República, em Lisboa, onde uma delegação da Fenprof se deslocou para audiências com deputados.

No rol de casos que apresentou para ilustrar a subjectividade dos critérios das diferentes escolas destaca-se um caso em que a principal condição era que o candidato a professor fosse elemento de uma determinada corporação de bombeiros e outro em que era o domínio da criação de apresentações em "power point".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG