Sociedade

Feridos da guerra da Líbia tratam-se em Guimarães

Feridos da guerra da Líbia tratam-se em Guimarães

Há sete internados e 50 vêm a caminho. Os tratamentos que a Líbia não pode oferecer aos seus cidadãos, oferece uma unidade de Guimarães. E com isso, fatura um bom dinheiro, admite o diretor.

Sete cidadãos líbios estão internados no Hospital Privado de Guimarães (HPG) ao abrigo de um acordo entre a unidade de saúde portuguesa e o Conselho Nacional de Transição da Líbia. As negociações para o tratamento de feridos de guerra começaram logo após a queda do regime de Khadafi, mas só em Outubro chegaram os primeiros pacientes.

Leia mais na versão e-paper ou na edição impressa.