Sociedade

Funeral de Diogo Vasconcelos realiza-se no sábado no Porto

Funeral de Diogo Vasconcelos realiza-se no sábado no Porto

O funeral do ex-vice-presidente do PSD Diogo Vasconcelos, que morreu na semana passada em Londres, vai realizar-se no sábado na Igreja da Lapa, no Porto.

O corpo de Diogo Vasconcelos estará em câmara ardente a partir das 18 horas de sexta-feira, na Igreja da Lapa, sendo que o funeral está marcado para as 15 horas de sábado.

Diogo Vasconcelos, que morreu aos 43 anos vítima de uma paragem cardíaca, foi mandatário digital da campanha eleitoral de Cavaco Silva nas últimas eleições presidenciais.

Diogo Vasconcelos assumiu a vice-presidência do PSD de Maio de 1999 a Março de 2000 e foi consultor da Presidência da República para os assuntos da Sociedade do Conhecimento, bem como de empresas nacionais e internacionais.

Nascido a 16 de Maio no Porto, Diogo Vasconcelos era licenciado em direito pela Universidade Católica (Porto), foi eleito deputado à Assembleia da República pelo círculo do Porto e em 2002 fundou a UMIC -- Agência para a Sociedade do Conhecimento que presidiu até 2005.

Enquanto presidente da UMIC foi responsável pela elaboração do Plano de Acção para a Sociedade da Informação, do Plano de Acção do Governo Electrónico, da iniciativa Nacional para a Banda Larga, bem como pela implementação de iniciativas como o Portal do Cidadão, as Compras Electrónicas e a Banda Larga nas escolas.

Foi fundador de várias empresas nas áreas de conteúdos (produção multimédia e revista "Ideias & Negócios"), foi vice-presidente da Associação Nacional de Jovens Empresários (1996-2001), no âmbito da qual lançou a Academia dos Empreendedores.

Diogo Vasconcelos foi também um dos fundadores do Jornal Universitário do Porto e da revista "Cais", tendo também co-organizado a "Missão Paz em Timor" (Lusitânia Expresso), promovida pela revista "Fórum Estudante", da qual foi director.