Sociedade

Água vai continuar a subir na bacia do Tejo

Água vai continuar a subir na bacia do Tejo

O nível da água na bacia do Tejo deverá continuar a subir durante a noite desta terça-feira e madrugada de quarta-feira, uma vez que os caudais afluentes às barragens são ainda elevados, disse à agência Lusa fonte da Proteção Civil.

Assim, a povoação do Reguengo do Alviela, no concelho de Santarém mantém-se isolada, sendo a assistências às povoações assegurada pelos Bombeiros Voluntários de Pernes.

José Viegas, comandante da corporação, disse à Lusa que os cerca de 25 habitantes da aldeia se encontram bem, não existindo situações que exijam especiais cuidados, pelo que não ficará nenhuma equipa na povoação, permanecendo os elementos de serviço no quartel, em Pernes, de prevenção para alguma eventualidade.

Desde a manhã desta terça-feira que o acesso ao Reguengo do Alviela se faz apenas por barco.

A subida do nível das águas levou ao encerramento de várias estradas na região e à submersão das áreas situadas junto às margens dos rios Zêzere e Tejo, incluindo estruturas em povoações ribeirinhas, como os parques de estacionamento de Constância, no cais de Tancos e junto ao castelo do Almourol e o Largo de Palhais, na Ribeira de Santarém.

O Plano Especial de Emergência para Cheias na Bacia do Tejo, acionado no fim de semana, encontra-se em alerta Amarelo desde a madrugada de segunda-feira.

Imobusiness