Sociedade

D. Manuel Clemente nomeado cardeal pelo Papa Francisco

D. Manuel Clemente nomeado cardeal pelo Papa Francisco

O Papa Francisco anunciou, este domingo, no Vaticano, que D. Manuel Clemente vai ser nomeado cardeal a 14 de fevereiro.

O Sumo Pontífice revelou que vai criar 15 cardeais eleitores, provenientes de 14 países.

D. Manuel Clemente, de 66 anos, foi nomeado patriarca de Lisboa pelo Papa em maio de 2013, na sequência da resignação do cardeal D. José Policarpo. Antes disso, foi bispo do Porto desde 2007.

O órgão de informação da Igreja Católica lembra que há 110 cardeais eleitores, dos quais menos de metade são da Europa (52), seguindo-se a América (33 - 17 do Norte e 16 latino-americanos), África (13), Ásia (11) e Oceânia (1).

O Código de Direito Canónico refere que os cardeais "constituem um colégio peculiar, ao qual compete providenciar à eleição do Romano Pontífice (Papa)".

Qualquer cardeal é também um conselheiro que pode ser consultado em determinados assuntos e que pode ser chamado a qualquer momento pelo papa, a título pessoal ou colegial.

O Consistório para a criação dos novos 15 cardeais está marcado para 14 e 15 de fevereiro.

Habitualmente o papa nomeia os patriarcas como cardeais eleitores no primeiro consistório após a tomada de posse, mas, no caso de D. Manuel Clemente, o primeiro consistório ocorreu quando o patriarca emérito José Policarpo era ainda cardeal eleitor.

É habitual não existirem dois cardeais eleitores na mesma diocese.

ver mais vídeos