saúde

Especialistas em saúde pública querem imagens chocantes nos maços de tabaco

Especialistas em saúde pública querem imagens chocantes nos maços de tabaco

Um manifesto subscrito por cerca de duas dezenas de médicos pretende que os maços de cigarros em Portugal passem a ter imagens a cores que alertem para os malefícios do tabaco e que ajudem a reduzir o consumo em Portugal.

"Melhorar a informação do consumidor através da adopção de avisos de saúde com imagens a cores nas embalagens dos produtos de tabaco", refere o documento subscrito por especialistas, entre os quais o director geral da Saúde, Francisco George, que será apresentado no II Congresso Nacional de Saúde Pública, a decorrer quinta e sexta-feira, no Porto.

As ideias propostas serão mais um contributo para a avaliação da lei do tabaco, em vigor desde 2008, processo que a Direcção Geral da Saúde (DGS) levará a cabo no próximo ano, afirmou Nina Sousa Santos, responsável do gabinete jurídico do organismo, à agência Lusa.

A responsável admite que "a lei pode melhorar", dando o exemplo da "forma de aplicação das excepções" consagradas no actual diploma. "São situações que têm de ser revistas, pois têm existido algumas dificuldades" na aplicação da lei, disse.

Sobre a introdução de imagens chocantes nos maços de tabaco, Nina Sousa Santos lembrou que esta não é uma questão consensual, daí existirem países que adoptaram esta medida (Bélgica foi o primeiro no espaço comunitário) e outros, como Portugal, que não a consagraram na lei.

Para Portugal poder incluir estas imagens nos maços de cigarros, a lei em vigor tem de ser alterada, apesar de as directivas comunitárias já o preverem desde 2001.

No ano passado, a Organização Mundial de Saúde apelou aos países para que tornem obrigatória a colocação de avisos nos maços de tabaco, ilustrando as doenças e consequências negativas do tabagismo.

Para reduzir o tabagismo, a moção dos especialistas em saúde pública defende ainda um aumento dos impostos sobre o tabaco, o controlo do tráfico ilícito e a fiscalização do cumprimento da lei que proíbe fumar em locais públicos.