Força Aérea

Estudantes sírios chegam sexta-feira a Portugal

Estudantes sírios chegam sexta-feira a Portugal

Portugal acolhe, na sexta-feira, 80 alunos universitários que a guerra obrigou a interromper os estudos, numa iniciativa da Plataforma de Global de Assistência Académica de Emergência a Estudantes Sírios, criada por Jorge Sampaio.

Uma aeronave militar C-130 da Força Aérea Portuguesa partiu, esta quinta-feira, para Beirute, onde vai buscar os estudantes para transportá-los para Portugal, estando prevista a sua chegada ao Aeródromo de Trânsito n.º1, em Figo Maduro, Lisboa, na sexta-feira às 21.30 horas.

Portugal acolhe assim 80 alunos universitários que a guerra obrigou a interromper os estudos, numa iniciativa da organização Plataforma de Global de Assistência Académica de Emergência a Estudantes Sírios, criada por Jorge Sampaio.

O Instituto Politécnico do Porto (IPP), a Universidade do Porto e Universidade Católica do Porto são algumas das instituições que já anunciaram à Lusa que vão acolher os estudantes sírios.

O ex-presidente da República apresentou, em julho passado, a Plataforma Global para os Estudantes da Síria, revelando a criação de um fundo de emergência para atribuir um milhar de bolsas com a duração de um ano académico (2013/2014) a alunos que tenham sido obrigados a interromper os seus estudos na sequência da guerra civil na Síria.

Na apresentação da iniciativa, foi anunciada a intenção de beneficiar um milhar de jovens sírios, entre 17 e 22 anos, com estatuto de refugiados ou que estejam em perigo real no país de origem.

Os sírios que fogem do conflito civil estão a tornar-se a maior população de refugiados do mundo, estando muito próximos dos números de afegãos.

A guerra, que devasta o país desde 2011, já fez, segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), 136 mil mortos.

O projeto de Jorge Sampaio tem parceiros como a Liga Árabe, o Alto Comissariado da ONU para os Refugiados e o Instituto norte-americano para a Educação Internacional e irá contar com um painel de personalidades que irão funcionar como embaixadores da iniciativa.

Imobusiness