Sociedade

Incendiário do Caramulo homenageia bombeira que morreu com fogo que ateou

Incendiário do Caramulo homenageia bombeira que morreu com fogo que ateou

Fernando M., 20 anos, publicou, no dia 23 de agosto, na sua página do Facebook, uma homenagem a Ana Rita Pereira, um dos dois bombeiros mortos no combate ao fogo que ele é suspeito de ter ateado, conjuntamente com um outro português que se encontra emigrado no Luxemburgo.

"Obrigada por tudo que fizeste por o distrito de Viseu. Descansa em paz", escreveu o suspeito, supostamente, três dias depois de ter ateado os fogos para se vingar de uma multa de trânsito da GNR.

O jovem, morador em Alcofra, publicou ainda fotos do incêndio. Entretanto, dezenas de pessoas invadiram a página pessoal de Fernando M. com mensagens depreciativas e ameaças.

"Se algum dia saíres da prisão, nós matamos-te..."; "sempre fui a favor da pena de morte mas como não dá, se apanhasses perpétua já era alguma coisa", escreveu-se no Facebook de Fernando.

Enquanto o suspeito espera julgamento na prisão, as autoridades vão emitir um mandado europeu de detenção para o cúmplice.