Sociedade

Luana nasceu ainda soavam as 12 badaladas

Luana nasceu ainda soavam as 12 badaladas

O parto estava anunciado para 6 de janeiro, mas Luana teve pressa. Tanta pressa que acabou por ser a primeira bebé a nascer no país em 2014, ainda soavam as 12 badaladas. Um parto "rápido" na opinião da mãe, Petra Rufino, de 24 anos, que depois de dois meses "quase sem dormir" se sente "aliviada" pelo descanso que as primeiras horas de vida de Luana fazem prever.

A bebé é tranquila, nasceu com 3,415 quilos, come bem e gosta de chuchar nos dedos. As primeiras horas de vida foram passadas "a dormir e a comer". Começou por ser o marido de Petra Rufino, angolana que mora em Luanda, a desejar que a bebé viesse nascer a Portugal. Complicações no final da gravidez transformaram a intenção numa certeza. A mãe viria para Portugal para ser seguida na Maternidade Alfredo da Costa, em Lisboa.

Leia mais na edição e-paper ou na edição impressa