Sociedade

Morreu Nonô, menina de cinco anos que lutava contra o cancro

Morreu Nonô, menina de cinco anos que lutava contra o cancro

Morreu, esta quarta-feira, a menina de cinco anos cuja batalha contra o cancro emocionou o país e foi seguida por milhares de pessoas na Internet, através da página os Aprendizes da Nono.

Leonor, de apenas cinco anos, não resistiu mais ao tumor que lhe havia sido diagnosticado em 2013. "Há alguns minutos atrás, a Nono regressou aos braços de Jesus", pode ler-se na página do Facebook que dava a conhecer a luta diária da criança contra a doença.

A família agradece todas as palavras de carinho e o apoio incondicional ao longo destes meses" que foram chegando e pede que seja respeitada a privacidade.

Na mensagem, a família da Nonô recorda que a menina deixa "um legado enorme" a todos. "Ensinou-nos a aceitar e a sorrir", começa por dizer a mensagem publicada cerca das 22 horas na página Os Aprendizes da Nono.

Em 2013 foi diagnosticado a Nonô um tumor no rim direito (denominado Willms bilateral) em estado avançado. Este verão, uma cirurgia removeu o rim e tirou também um tumor no pulmão. A menina estava a ser tratada com células dendríticas na Alemanha

Em dezembro de 2013, Áurea, Sara Tavares e Olavo Bilac participaram num concerto solidário para angariar fundos para tratar Leonor Coutinho, a Nonô, e ajudar a menina na luta contra a doença.