Sociedade

O arroz nosso de cada dia tem mais de oito mil anos

O arroz nosso de cada dia tem mais de oito mil anos

O rei D. Dinis, o "Agricultor", introduziu em Portugal a cultura do arroz durante o seu reinado, entre os séculos XIII e XIV. Actualmente, pode dizer-se que o português não dispensa este cereal à refeição. Mas qual é a origem do alimento que conforta mais de metade da população do planeta?

Um grupo de investigadores apresentou um estudo sobre a verdadeira origem do arroz, considerado um dos alimentos básicos mais importantes da actualidade. O genoma deste cereal sugere que o cultivo do arroz foi "domesticado" uma única vez, contrariando a ideia anterior de que havia várias subespécies desta planta.

As mais de dez mil variedades de arroz catalogadas derivam apenas de duas subespécies distintas, a "Oryza sativa japonica" e a "O. sativa indica", que terão sido cultivadas em épocas e regiões distintas da Ásia.

Um novo estudo publicado na revista "PNAS" defende que o arroz foi cultivado pela primeira vez na China, há mais de nove mil anos. Segundo os cientistas, seria o arroz caseiro que comemos actualmente.

Uma equipa internacional de investigadores reexaminou a evolução do arroz, estudando a sua genética. Os cientistas chegaram à conclusão de que as subespécies japónica e índica tinham uma origem única depois de constatarem que há uma forte relação entre ambas.

A equipa utilizou uma técnica conhecida como "relógio molecular" para chegar às datas da evolução histórica do cereal. Caso estejam certos, o arroz foi "domesticado" há 8200 anos. O estudo indica que as subespécies ter-se-ão separado há 3900 anos.

Os cientistas dizem que existem evidências arqueológicas de que o arroz foi domesticado no Vale do Yangtzé, na China, entre oito mil e nove mil anos atrás. Na região do Ganges, na Índia, aquele cereal foi cultivado há "apenas" quatro mil anos.

"À medida que o arroz foi trazido da China para a Índia por comerciantes e agricultores, é provável que se tenha misturado com o arroz selvagem local", disse o co-autor do estudo, Michael Purugganan, à "BBC".

"O arroz que nós comemos e que pensávamos que tinha vindo da Índia, começou a ser domesticado na China", acrescentou o investigador, que defende que as subespécies índica e japónica foram domesticadas a partir do arroz selvagem conhecido como "O. rufipogon".

Há alguns anos, investigadores revelaram que tinham encontrado evidências de grãos de arroz com mais de 15 mil anos na Coreia do Sul, mas esta versão ainda é controversa entre a comunidade académica internacional.

Imobusiness