Pobreza

Pobreza extrema vai afetar mil milhões em 2015

Pobreza extrema vai afetar mil milhões em 2015

Mil milhões de pessoas vão viver na pobreza extrema em 2015 em todo o planeta, segundo estimativas da ONU e do Banco Mundial, difundidas em Bogotá durante uma conferência sobre os Objetivos de Desenvolvimento do Milénio.

O número foi revisto em alta, já que, até 2011, estimava-se que em 2015 as condições extremas de vida afetariam 883 milhões de pessoas a nível global, noticia a agência espanhola Efe.

Os dados foram divulgados pela diretora global do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Helen Clark, e o diretor do Banco Mundial, Mahmoud Mohieldin, que participam na conferência de avaliação do cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milénio (ODM).

Na conferência, que as Nações Unidas celebram durante dois na capital colombiana, está prevista a definição dos objetivos após 2015, que deverão ter mais presentes o meio ambiente e o desenvolvimento sustentável.