Sociedade

Sábado negro com seis mortos nas estradas

Sábado negro com seis mortos nas estradas

Cinco acidentes em zonas diferentes do país tornaram negro este sábado. Seis mortos elevaram para 531 o número de vítimas mortais registadas desde Janeiro nas estradas portuguesas. Dois dos mortos tinham, apenas, 19 anos.

Sérgio morreu em Perafita, Matosinhos, Manuel Luís em Espinho. Ambos conduziam motos e faziam passeios. António Augusto morreu em Aradas, Aveiro. Andava a distribuir pão. Marco e Elizabete morreram na Marginal de Cascais, ao fim de uma noite de diversão. Um homem, por identificar, morreu atropelado por um carro desgovernado, na Costa da Caparica, Almada. Todos os acidentes registaram-se fora das auto-estradas.

Aliás, os arruamentos e as estradas nacionais continuam a ser os locais fatais, tal como aconteceu no ano passado. Apesar do negro dia de ontem, a frieza dos números diz que há uma regressão em termos de vítimas em acidentes: em 2010 entre Janeiro e Outubro morreram 757 pessoas, até ontem 531.

Leia mais na versão e-paper ou na edição impressa.

ver mais vídeos