Sociedade

Turismo militar vai nascer em edificações das Forças Armadas

Turismo militar vai nascer em edificações das Forças Armadas

O Ministério da Defesa está a preparar a criação de uma rede de "turismo militar" através da concentração e reabilitação de património imobiliário dos três ramos das Forças Armadas.

Fonte oficial adiantou à agência Lusa que "já foi feito o levantamento dos edifícios existentes por todo o país" e que podem vir a integrar este conceito.

"O Governo pretende avançar com um projeto que será apresentado nas próximas semanas", disse na terça-feira o ministro José Pedro Aguiar-Branco em Trancoso, na Guarda, durante as comemorações do 427.º aniversário da Batalha de São Marcos.

Numa primeira fase o objetivo é integrar "num conceito único de turismo militar" vários edifícios sob jurisdição militar espalhados pelo país, como faróis, fortes, zonas de antigas batalhas ou museus.

O objetivo passa também pela reabilitação de edifícios que podem passar a funcionar como hotéis, centros de interpretação ou outros espaços relacionados com a história e cultura militares.

O semanário "Grande Porto" avança, esta sexta-feira, que o grupo espanhol de hotelaria Eurostar está interessado no Forte de São João Baptista da Foz, no Porto, para a sua transformação num hotel de charme.

ver mais vídeos