Sociedade

Violência doméstica já matou mais de 30 mulheres só este ano

Violência doméstica já matou mais de 30 mulheres só este ano

O número de mulheres assassinadas este ano vítimas de violência doméstica já é superior ao total do ano passado, mas as participações às forças de segurança estão a baixar. A crise está a inibir a denúncia.

O levantamento feito pelo Observatório de Mulheres Assassinadas da UMAR - União de Mulheres Alternativa e Resposta já conta mais de 30 mulheres assassinadas neste ano em contexto de violência doméstica, um número superior ao total do ano passado (27). O número foi avançado ao JN pela secretária de Estado da Igualdade, Teresa Morais - a UMAR remete a divulgação dos dados para amanhã, numa sessão simbólica em Lisboa - que mostra preocupação com este fenómeno.

Leia mais na edição e-paper ou na edição impressa