O Jogo ao Vivo

Sociedade

Justiça demora mais de mil dias nos tribunais

Justiça demora mais de mil dias nos tribunais

A União Europeia tem desde quarta-feira um novo painel de avaliação da Justiça, com especial enfoque nos processos civis, comerciais e administrativos. Nos dados, de 2010, Portugal foi o país dos 27 onde os processos não criminais demoraram mais tempo a resolver em primeira instância: 1096 dias.

Segundo o relatório do Conselho da Europa para a Eficácia da Justiça ( CEPEJ ), neste indicador, o país ultrapassou em quase oito vezes a média europeia de 147. O painel está focado nos parâmetros que contribuem "para melhorar o clima empresarial e de investimento". Mais rapidez significa uma Justiça mais barata e eficaz, capaz de atrair investimento.

Leia mais na versão e-epaper ou na edição impressa

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG