O Jogo ao Vivo

Sociedade

Mais de 38 mil crianças perderam abono de família num ano

Mais de 38 mil crianças perderam abono de família num ano

O número de crianças com direito a abono de família subiu ligeiramente em abril, havendo atualmente 1158164, mais 159 do que em março, segundo os últimos dados do Instituto da Segurança Social.

Os dados da Segurança Social, divulgados na sexta-feira e atualizados a 13 de maio, referem que 1158164 crianças e jovens recebiam este apoio em abril, contra 1158005 em março, o que representa uma subida de 0,01%.

Comparativamente a abril de 2013, quando existiam 1196806 beneficiários, houve 38642 crianças que perderam o direito a esta prestação social.

Lisboa é o distrito do país com o maior número de abonos de família atribuídos (230888), seguindo-se o Porto (223833), Braga (108765) e Setúbal (85543).

Do lado oposto, o centro distrital de segurança social de Bragança é onde há menos beneficiários (11901), seguido de Portalegre (12236) e da Guarda (14439).

O montante do abono família varia de acordo com a idade da criança ou jovem e com o nível de rendimentos de referência do respetivo agregado familiar.

O valor apurado insere-se em escalões de rendimentos estabelecidos com base no Indexante dos Apoios Sociais (IAS).

PUB

Os dados do ISS indicam também que, em abril, 863 beneficiários do subsídio por educação especial, destinado a crianças e jovens com deficiência com idade inferior a 24 anos, ganharam esta prestação social, relativamente a março.

Em abril, beneficiavam deste apoio 4624 crianças e jovens, contra 3761 em março.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG