Sociedade

Direcção de Informação da RDP demitiu-se

Direcção de Informação da RDP demitiu-se

A Direcção de Informação da RDP anunciou, esta quinta-feira, a sua demissão, aceite pelo Conselho de Administração, na sequência do "caso Rosa Mendes".

Em comunicado distribuído aos jornalistas, ao qual a agência Lusa teve acesso, a Direcção de Informação da rádio pública refere que pediu ao final da manhã a sua demissão e que esta foi aceite pelo Conselho de Administração.

O pedido de demissão foi feito depois dos "últimos acontecimentos relativos ao programa 'Este Tempo'" e de "todos os episódios que se seguiram à sua anulação", adianta nota.

No comunicado, a Direcção de Informação, liderada pelo jornalista João Barreiros, "agradece a todos os profissionais que consigo trabalharam o seu empenho e dedicação, ajudando a concretizar um projecto de qualidade que se tornou referência no meio rádio e no jornalismo português".

O colectivo elogia ainda os jornalistas da Antena 1, Antena 2, Antena 3 e RDP Internacional por terem dado "provas inequívocas da sua independência e isenção, executando com rigor e profissionalismo o seu trabalho".

A divulgação da demissão da Direcção de Informação da RDP ocorre depois de os jornalistas da Antena 1, reunidos durante a tarde em plenário de redação, terem exigido que retirasse, "de imediato, consequências claras das contradições internas e da forma como foi gerido" o 'caso Rosa Mendes'.

Ex-jornalista da Lusa, Pedro Rosa Mendes acusou a administração da Rádio e Televisão de Portugal, que agrega a RDP, de censura, ao acabar com o programa de opinião "Este Tempo", transmitido na Antena 1.

Numa das suas crónicas, Pedro Rosa Mendes criticou o programa da RTP 1 "Reencontro", emitido a 16 de Janeiro a partir de Luanda, e que contou com a presença, entre outros, do ministro-adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas, e do chefe da Casa Civil da presidência angolana, Carlos Maria Feijó.

O 'caso Rosa Mendes' está a ser acompanhado pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social e pela Comissão Parlamentar para a Ética, Cidadania e Comunicação, que aprovou a audição do director de Informação da RDP, João Barreiros, e do director de Programação, Rui Pego, assim como do director-geral de Conteúdos, Luís Marinho, e do jornalista Pedro Rosa Mendes.

A Lusa está a tentar contactar o director de informação demissionário e o seu director adjunto.