O Jogo ao Vivo

Young Lions

Jogo social leva jovens criativos portugueses a Cannes

Jogo social leva jovens criativos portugueses a Cannes

Manuel Crespo e Emanuel Serôdio são dois dos vencedores do Young Lions, uma competição de criativos na área dos média que vai representar Portugal em Cannes no próximo mês. A4 é o nome do projeto de Design que lhes valeu a vitória ao proporem um novo logo que melhorasse a imagem da Santa Casa da Misericórdia. Para Cannes vão ainda outros jovens que desenvolveram projetos média em áreas como imprensa, filme ou marketing.

Porque Cannes não é só cinema, vários jovens vão competir em várias áreas da comunicação no 60.º Festival Internacional de Criatividade Cannes Lions, a maior competição de criatividade no setor da comunicação mundial, de 16 a 22 de junho.

Manuel Crespo e Emanuel Serôdio, da Arc WW, foram a dupla vencedora na categoria Design com o projeto A4. Na categoria Internet, André Moreira e Carla Pires foram os vencedores com a proposta "Torna-te grande". Em Imprensa a distinção coube à dupla Nuno Gomes e Pedro Santos com "Somos o meio". A categoria marketing premiou o projeto "Hoje apetece-me...Continente", de Teresa Cruz e Ana Siopa. Em Filme a distinção foi para os jovens Nelson Silva e André Mota com "Há maneiras mais fáceis de poupar".

Nas categorias Ativação e Relações Públicas, exclusivas para Portugal, que não entram na competição de Cannes, venceram Ivo Rafael Martins, da Ogilvy Mather com "Encore Yourself", e "Comunicação com boas práticas", de Steve Colmarm da Leo Burnett, respetivamente.

A competição Young Lions disponibiliza ainda uma competição de vertente académica intitulada "Roger Hatchuel Academy"em que André Afonso, da Lisbon Ad School, foi o grande vencedor com o trabalho "E tu, porque é que bebes?".

Os vencedores foram conhecidos numa cerimónia que decorreu na discoteca Main, em Lisboa. Todos os que foram distinguidos vão agora competir em Cannes com as delegações vencedoras dos outros países a concurso, no próximo mês.

Os vencedores das categorias Ativação e Relações Públicas não vão competir mas terão oportunidade de participar na 60.ª edição do festival. O vencedor da Academia Roger Hatchuel vai poder usufruir de uma semana de formação na academia, que decorre durante o Festival de Cannes.

PUB

Em Cannes, os candidatos terão que apresentar, em 24 horas, um projeto para determinado "briefing" proposto pela organização. A categoria de Filme, dispõe de 48 horas para realizar o briefing.

"Melhorar" a imagem da Santa Casa

O projeto apresentado por Manuel Diogo Crespo e Emanuel José Serôdio consistia em apresentar uma proposta de modernização da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa. A dupla já tinha participado noutras edições do Young Lions, com outros parceiros mas, conhecedores do trabalho de um do outro e amigos de longa data, decidiram juntar-se este ano e criar um projeto que convenceu o júri.

Em declarações ao JN, os dois vencedores da categoria de Design, explicam que vencer a competição no âmbito nacional "foi muito bom e uma grande surpresa". A dupla sempre acreditou na força do seu projeto. "Vimos os outros trabalhos e achamos que estavam muito bons, mas sentimos que o nosso conceito era muito forte. Não queríamos criar algo que fosse só esteticamente bonito. Quisemos criar algo que pudesse, de facto, ser usado, e que levasse as pessoas a identificarem a marca", contam.

O projeto "A4", surge baseado nos quatro A's da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa e pretende assentar nos 4 pilares da instituição: Ação social, Saúde, Cultura e Património e Educação. Cada A é então um triângulo que, por sua vez, representa um dos quatro pilares. A sua conjugação pretende funcionar como a coroa da rainha D. Leonor, regente da Casa.

No que respeita a Cannes, os dois jovens contam que "ainda não tiveram muito tempo de pensar no assunto" já que foram "apanhados de surpresa". "Mas estamos entusiasmados. Estamos a entrar no espírito competitivo. Gostávamos muito de ganhar lá, também", garantem.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG