Sociedade

Menezes promete bater-se "com violência" pelos estúdios do Norte da RTP

Menezes promete bater-se "com violência" pelos estúdios do Norte da RTP

Luís Filipe Menezes ameaçou, na manhã desta quinta-feira, "levantar a sua voz com violência" para salvaguardar a importância dos estúdios do Norte da RTP, situados no Monte da Virgem. O autarca de Gaia revelou que já tem sensibilizado para essa questão o ministro da Tutela, Miguel Relvas.

Para o presidente da Câmara de Gaia, a gota de água será a concretização da possibilidade do programa "Praça da Alegria" passar a ser emitido a partir dos estúdios de Lisboa.

"É o último sobrevivente, a última palavra do Norte, por onde ainda passam pessoas da região. Seria retirar-nos totalmente do mapa", considerou Luís Filipe Menezes, esta quinta-feira, à margem de uma visita às obras da nova esquadra da PSP de Valadares.

Revelando que está "a acompanhar com preocupação" a evolução do modelo institucional da RTP, o autarca exigiu que seja salvaguardada a importância dos estúdios do Porto, independentemente do modelo que venha a ser adotado para a RTP: privatização, concessão ou uma solução mista. "Não é por a televisão ser pública que o Norte está salvaguardado", avisou Menezes, lembrando que, pelo contrário, os estúdios do Monte da Virgem têm vindo a perder efetivos, produção própria e noticiários autónomos.

"Numa perspetiva de equilíbrio do poder político, económico e social entre Porto e Lisboa, é insustentável a ideia de que se possa recuar ainda mais na importância dos estúdios do Porto, nomeadamente acabando com a produção própria", sustentou o autarca, prometendo "levantar" a sua voz "com muita violência", caso perceba que esteja para "acontecer algo de errado". Menezes espera, contudo, que tal não venha a ser preciso, pelas várias tentativas de sensibilização que tem feito junto do ministro da Tutela, Miguel Relvas.