Sociedade

Trabalhadores da RTP/Porto contra mudança da "Praça da Alegria" para Lisboa

Trabalhadores da RTP/Porto contra mudança da "Praça da Alegria" para Lisboa

A Subcomissão de Trabalhadores da RTP Porto questionou, esta sexta-feira, a administração sobre a eventual transferência da produção do programa "Praça da Alegria" para Lisboa e criticou que os possíveis cortes se façam a começar pelas "periferias".

"Nos últimos dias, têm chegado à Subcomissão de Trabalhadores da RTP Porto cada vez mais consistentes indicações de que a produção do programa 'Praça da Alegria' está prestes a ser transferida para Lisboa. Ao mesmo tempo, chegam também notícias de que a administração da RTP se prepara para encerrar um conjunto de delegações distritais da rádio pública", escreveram os trabalhadores da estação pública em comunicado.

Na sequência da colocação de várias perguntas à administração liderada por Alberto da Ponte, que ficaram sem resposta, a Subcomissão de Trabalhadores do Porto deixou três questões relativas aos motivos de uma eventual mudança da produção do programa.

"O que é que levará a tutela política e a administração da RTP a transferir para a capital o único programa de grande audiência da televisão portuguesa que dá verdadeira voz às forças vivas do Norte e das regiões do país, cumprindo aí uma inestimável missão de serviço público de proximidade, programa que, era bem sabido, rentabilizava ao limite os recursos humanos disponíveis?", diz a Subcomissão de Trabalhadores.

Para os funcionários das estações públicas, é necessário também perguntar "por que razão se insiste, de forma quase doentia de tão macrocéfala, quer na questão da 'Praça da Alegria' quer na das delegações distritais da rádio, na ideia de que os cortes, a fazerem-se, devem começar nas 'periferias'".

Também os deputados socialistas eleitos pelo Porto pediram, com caráter de urgência, uma audiência ao presidente do conselho de administração da RTP, e manifestaram-se hoje contra a eventual intenção de deslocalizar a produção do programa "Praça da Alegria" para Lisboa.

"Os deputados do PS eleitos pelo Porto já solicitaram ao presidente do conselho de administração da RTP uma audiência, com vista, por um lado, a confirmar essas informações e, por outro lado, manifestarmos, sendo essa a efetiva intenção do conselho de administração, a nossa indignação e a nossa incompreensão para com esta decisão", disse à Lusa o presidente da federação do PS/Porto, José Luís Carneiro.

A Lusa contactou a RTP, mas ainda não obteve qualquer reação.