Sociedade

Modernização de seis C-130 vai custar 12 milhões

Modernização de seis C-130 vai custar 12 milhões

O Ministério da Defesa autorizou gastos até 12 milhões de euros para a modernização de seis aviões C-130 Hércules, da Força Aérea, segundo um despacho assinado pelo ministro e publicado esta sexta-feira em Diário da República.

No despacho, José Pedro Aguiar-Branco autoriza "o lançamento do procedimento por negociação com publicação de anúncio, com vista à modernização de seis aeronaves" e "a realização da respetiva despesa até ao valor de 12.000.000 (euros)".

O documento refere que a modernização das aeronaves C-130 assume "elevada prioridade" para que estes cumpram os requisitos de comunicação e controlo de tráfego (Communication Navigation and Surveillance/Air Traffic Management) e que a "integração e instalação de novos sistemas" irá melhorar "o tempo de vida operacional útil das aeronaves".

O ministro da Defesa aprova ainda "o programa do procedimento e o caderno de encargos" propostos pela Direção-Geral de Armamento e Infraestruturas de Defesa (DGAIED) e um júri de onze elementos, presidido pelo presidente da DGAIED, major-general Manuel Chambel.

A modernização dos C-130 está por concretizar há vários anos devido à falta de verbas.

Outros Artigos Recomendados