Sociedade

Nem todos os alimentos são perigosos fora do prazo

Nem todos os alimentos são perigosos fora do prazo

O consumo de alimentos após o prazo de validade indicado no rótulo nem sempre implica danos para a saúde. Existem diferenças consoante apresentem a menção "consumir de preferência antes de..." ou "consumir até...", como explicam dois investigadores.

As pessoas devem "habituar-se a olhar para a menção", sob pena de se desperdiçar comida, defende Rui Costa, docente dos cursos de licenciatura e mestrado em Engenharia Alimentar na Escola Superior Agrária de Coimbra e investigador do Centro de Estudos de Recursos Naturais, Ambiente e Sociedade.

Os alimentos em que surge a expressão "consumir de preferência antes de..." (ou "antes do fim de...") podem ser consumidos após o prazo sem risco de intoxicação alimentar, mas "a empresa já não garante" que estejam em "condições normais", clarifica Rui Costa. Exemplificando: "Se calhar, o sabor já não é tão bom. Se calhar, já tem um bocadinho de ranço. Mas não faz mal." 

"Consumir de preferência antes de..." aplica-se a "produtos que podem ser armazenados durante mais tempo (por exemplo, cereais, arroz, conservas e especiarias). Não é perigoso consumir um alimento após esta data - mas este pode ter começado a perder características, como sabor e textura", reforça Paula Teixeira, investigadora e docente na Escola Superior de Biotecnologia da Católica, por e-mail.

Já a designação "consumir até..." é usada "quando os produtos se estragam rapidamente (por exemplo, carne embalada, ovos e lacticínios)", refere Paula Teixeira, alertando: "Após esta data, os alimentos não devem ser consumidos - existe o perigo de intoxicação alimentar". Rui Costa concorda: quando "consumir até..." acompanha os alimentos, "não convém comer depois do prazo que está estipulado".

Paula Teixeira salienta, ainda, que  "o aspecto geral dos alimentos não deve substituir o cumprimento dos prazos de validade", pois  "um alimento contaminado com bactérias patogénicas em níveis excessivos pode ter um aspecto 'normal'". Respeitar os prazos "é garantia de consumir os produtos nas suas melhores condições organolépticas, nutricionais e de segurança", conclui Rui Costa.

Validade

Que alimentos exigem mais cuidados do consumidor? Paula Teixeira, docente na Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica Portuguesa, destaca os produtos com ovos, a carne, o peixe, o marisco ou o queijo fresco. Rui Costa, docente na Escola Superior Agrária de Coimbra, diz o mesmo e desaconselha o seu consumo após a data-limite. Iogurte É seguro consumir um iogurte cujo prazo expirou? "Não se pode assumir que é seguro", diz Rui Costa, mas, "se o iogurte foi acondicionado nas condições indicadas na embalagem, provavelmente manter-se-á em condições aceitáveis para consumo, alguns dias ou mesmo semanas depois do prazo". "Uma grande camada de líquido" e "um sabor demasiado ácido" significam que está estragado.

PUB

Chocolate
O chocolate lesa a saúde se for consumido fora do prazo?

"Não haverá problema", responde Rui Costa, explicando que, caso seja exposto a temperaturas elevadas, "pode sofrer recristalização do açúcar e aparecerem cristais brancos, tornando o chocolate pouco atractivo". Mais: "Se contiver, por exemplo, amendoins, estes podem ficar com sabor desagradável".

Bolachas
Até quando podemos comer bolachas após o prazo?

De acordo com Rui Costa, as bolachas podem ser consumidas após o prazo sem risco de intoxicação alimentar. Todavia, "não interessa ao consumidor comer algo que sabe mal". Podem estar "moles", por terem absorvido água, ou com "um cheiro desagradável", por, provavelmente, haver degradação de gorduras.

Conservação
Por que duram mais alimentos secos, congelados e enlatados?

O prazo de validade é longo em alimentos secos, que "têm pouca água", fulcral também para os microrganismos; nos congelados, pois baixas temperaturas "inibem o desenvolvimento de microrganismos"; e em enlatados, que "sofrem um aquecimento intenso que destrói os microrganismos", diz Rui Costa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG