Sociedade

Os cinco melhores municípios para viver em Portugal

Os cinco melhores municípios para viver em Portugal

Cinco municípios foram distinguidos, esta segunda-feira, como os "melhores para viver" devido a projetos nas áreas da economia, social e ambiental, escolhidos pelo INTEC-Behavioral Technology Institute, da Universidade Nova de Lisboa.

De acordo com Dalila Antunes, presidente do INTEC, "o objetivo deste prémio é distinguir as boas práticas que são desenvolvidas pelos municípios, divulgá-las e promover a troca de ideias", o que aconteceu, esta segunda-feira, em Lisboa, na conferência "Melhores Municípios para Viver 2013".

A distinção é atribuída desde 2007 e tem em consideração indicadores em 10 domínios, que este ano foram compilados nas áreas económica, social e ambiental.

O Centro de Mar, que procura valorizar um conjunto de atividades, produtos e serviços à volta do mar, de Viana do Castelo, foi um dos projetos distinguidos este ano na área de economia, juntamente com um projeto de apoio ao emprego de Oliveira do Hospital.

"Nesta área foi também convidada [para a conferência de hoje] a Sanjotec de São João da Madeira, porque é um caso de sucesso que combina aspetos de tradição com alguma modernidade", acrescentou Dalila Antunes.

O município de Torres Vedras foi distinguido na área social "pelo seu trabalho notável de requalificação do espaço público numa perspetiva de utilização do espaço".

No ambiente, o reconhecimento foi para a Mata da Machada, no Barreiro, "classificada como área natural e que tem um trabalho de educação ambiental associada ao espaço".

Também o município de Sever do Vouga foi reconhecido a nível ambiental "pelo seu trabalho relativo ao turismo sustentável".

"Em relação ao início deste nosso projeto, notamos que cada vez mais os projetos desenvolvidos têm maior qualidade, o que também se deve muito a esta troca de experiências. Temos notado que existe mais um trabalho em rede, quer entre municípios quer com outras entidades da sociedade civil", considerou Dalila Antunes.