Sociedade

Portuguesa de 11 anos expõe na Tate Modern

Portuguesa de 11 anos expõe na Tate Modern

Com apenas 11 anos, Mileidy Furtado não esconde o orgulho, mas também o nervosismo que sente ao representar Portugal numa exposição na Tate Modern, em Londres.

O trabalho, intitulado "Places without Spaces", é um vídeo e uma maqueta utilizada na concepção do vídeo animado, que tem como banda sonora os sons da típica guitarra portuguesa.

Pela segunda vez consecutiva, a escola EB2/3 Bartolomeu Dias de Sacavém é seleccionada para a exposição (numa das galerias de arte contemporânea mais conceituadas do mundo), organizada pela empresa Unilever.

"Este ano sentimos que a escola deveria ser igualmente bem representada" confessou à Lusa Nuno Gonçalves, professor de Educação Visual.

Nas vésperas de partir para Londres, onde a exposição estará patente de 1 a 4 de Abril, Mileidy Furtado sente-se nervosa com a viagem e agradece a "todos os colegas e professores" que trabalharam com ela neste projecto.

A aluna, que ambiciona ser enfermeira, não estava à espera que o seu grupo fosse seleccionado para expor o trabalho, mas confessa ser "muito bom" ver o reconhecimento internacional.

"Estas iniciativas são muito importantes, a escola situa-se num meio carenciado onde as hipóteses de sucesso não são grandes", comentou Carlos Rodrigues professor de educação visual.

PUB

"É uma honra poder representar Portugal na Tate Modern", confessou Nuno Gonçalves.

"Mesmo antes de sabermos que o nosso trabalho era um dos vencedores, já tínhamos feito a selecção do aluno que iria representar o grupo a Londres", explicou Carlos Rodrigues, professor que irá acompanhar a aluna durante a viagem.

"A Mileidy vai ter a possibilidade de conhecer jovens de 14 nacionalidades diferentes, partilhar de outras culturas, fazer actividades com eles, é uma experiência muito boa", salienta o professor.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG