Sociedade

Protecção Civil registou 160 inundações e 199 árvores derrubadas

Protecção Civil registou 160 inundações e 199 árvores derrubadas

O mau tempo que esta quarta-feira assola Portugal continental provocou, até às 17.30 horas, em todo o território, a queda de 199 árvores e 160 inundações, a maioria destas na cidade de Lisboa, revelam dados da Autoridade Nacional de Protecção Civil.

De acordo com o balanço feito pela ANPC, entre as 6 horas e as 17.30 horas, Lisboa foi o distrito com maior número de ocorrências variadas (140), seguida do Porto (66), Setúbal (59), Aveiro (52), Coimbra (31), Leiria (27), Braga (22), Santarém (19) e Viseu (17).

Bragança e Beja foram os distritos menos castigados pelo mau tempo, com uma e duas ocorrências, respetivamente, enquanto os restantes ficaram baixo dos 10 registos.

No que respeita à queda de árvores, Setúbal é o distrito com mais registos (31), seguido do Porto (30), Aveiro (26), Viana do Castelo (25), Lisboa (20), Coimbra (18) e Leiria (13).

Já quanto a inundações, Lisboa é o distrito com mais ocorrências (90), número muito superior ao do Porto (15), de Setúbal (13) e Aveiro (11). Os restantes distritos estão abaixo dos dois dígitos.

Durante o período em análise foram feitos três salvamentos terrestres (Aveiro, Lisboa e Viseu) e um aquático (Porto).

O temporal fez ruir 58 estruturas, no Porto (17), em Setúbal (13), Lisboa (9), Leiria (7), Aveiro (7), Braga (2), Coimbra (2) e Viana do Castelo (1).

Os vários agentes da protecção civil procederam ainda a 26 desentupimentos e 48 limpezas de via.

O total de ocorrências registadas até às 17.30 horas é de 499.

Outras Notícias