Sociedade

Centro de Reabilitação do Norte abre até ao final do ano

Centro de Reabilitação do Norte abre até ao final do ano

O ministro da Saúde, Paulo Macedo, garantiu, esta quinta-feira de manhã, que o Centro de Reabilitação do Norte (CRN), em Vila Nova de Gaia, abre até ao final do ano.

A tutela está a escolher o modelo de gestão da unidade e já excluiu a hipótese de lançar um concurso público internacional.

"Não basta ter uma obra, é essencial saber como a manter", afirmou Paulo Macedo, aos jornalistas, no final de uma cerimónia na Administração Regional de Saúde do Norte. O ministro aproveitou a deslocação ao Porto para "reafirmar a abertura do CRN", esclarecendo que neste momento está a ser escolhido o modelo de gestão.

"Há um conjunto de interações várias que obrigam a uma reorganização. Temos de ver em termos de unidades de convalescência da região que tipo de adaptações vai haver se temos um CRN com muito melhores condições e mais valências", referiu Paulo Macedo.

O ministro confirmou o interesse manifestado pela Santa Casa da Misericórdia do Porto para gerir a unidade de reabilitação física, pronta e fechada desde o verão passado, mas exclui a hipótese de abrir um concurso público internacional porque "demoraria cerca de dois anos e tal", como aconteceu com o concurso aberto para uma unidade idêntica no Algarve.

Em cima da mesa, admitiu Paulo Macedo, continua o modelo de associação de hospitais, tal como o JN anunciou na edição desta quinta-feira. A ser adotado aquele sistema, os hospitais do Norte tornam-se sócios do CRN, escolhem entre si uma direção e reencaminham para a unidade recursos humanos e doentes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG