Enfermeiros

Cortes salariais ameaçam Linha Saúde 24

Cortes salariais ameaçam Linha Saúde 24

O funcionamento da Linha Saúde 24 pode estar em causa se um número significativo de enfermeiros recusar a redução de 25% dos salários. O alerta é dos Sindicato dos Enfermeiros Portugueses, que está a avaliar medidas de ação.

A partir de 1 de janeiro os cerca de 400 enfermeiros que trabalham nos três call centers (Lisboa, Porto e Coimbra) da Linha Saúde 24 vão passar a receber sete euros por cada hora de trabalho e não os 8,75 euros que auferem atualmente. Além disso, o trabalho em horário penoso (à noite e ao fim de semana) vai passar a ser pago de acordo com a lei geral, o que significa que não haverá bonificação ao fim de semana e, a partir das 22 horas, acrescerá 25% ao valor-hora.

Leia mais na edição e-paper ou na edição impressa

Outras Notícias