greve

Greve custa aos médicos cinco milhões em salários

Greve custa aos médicos cinco milhões em salários

Os dois dias de greve dos médicos traduzem-se numa massa salarial aproximada de cinco milhões de euros, feitos já os abatimentos referentes aos serviços mínimos.

A análise bruta aos salários base dos clínicos (e que exclui o pagamento daqueles serviços bem como de horas extraordinárias) ronda "quase os 6,5 milhões de euros", adianta fonte do gabinete do ministro da Saúde. O valor foi calculado em função dos 27150 médicos (dos quais 6839 em regime de internato) que constam no inventário da Administração Central do Sistema de Saúde.

Junto dos doentes, o efeito da paralisação far-se-á sentir em 431250 utentes, num total de 4382 intervenções cirúrgicas e de mais de 426 mil consultas estimadas para os próximos dias 11 e 12. Este ponto de situação parte da monitorização realizada em Abril, o último mês com dados oficiais disponíveis, esclarece o Ministério.

PUB

Leia mais na edição e-paper ou na edição impressa

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG