Sociedade

INEM atrasa socorro a doente grave para fazer de táxi a enfermeira

INEM atrasa socorro a doente grave para fazer de táxi a enfermeira

A mulher do presidente do INEM, enfermeira de viatura médica e do Hospital de Gaia, está a ser acusada de ter atrasado o transporte de uma doente prioritária, com conivência do marido. Vai ser feita queixa à IGAS.

O episódio aconteceu na última segunda-feira, pouco depois das 13 horas. O INEM acionou uma ambulância e uma viatura médica de emergência e reanimação (VMER) para Espinho para socorrer uma jovem de 29 anos, considerada prioritária. No local, a equipa decidiu que a doente deveria ser transportada para a unidade coronária do Hospital de Santo António, no Porto, onde tinha sido recentemente submetida a uma cirurgia cardíaca e onde era seguida.

Ler mais na versão e-paper ou na edição impressa

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG