ébola

Angola reforça medidas de segurança para prevenir surto de Ébola

Angola reforça medidas de segurança para prevenir surto de Ébola

O Governo angolano reforçou medidas de segurança para impedir que o surto do vírus Ébola chegue ao país, sobretudo através das províncias fronteiriças a norte.

O vírus Ébola afeta vários países da África ocidental, tendo já provocado mais de 700 mortes.

Em Angola, o Ministério da Saúde tem em marcha um plano de contingência que está a ser executado com maior rigor nas províncias que fazem fronteira com os países vizinhos do norte, sobretudo a República Democrática do Congo (RDCongo).

Na província de Cabinda, norte de Angola, as autoridades sanitárias reforçaram as medidas de segurança ao longo da fronteira e estão a capacitar os técnicos de saúde para que possam dar resposta a uma eventual notificação de casos naquela região.

Também a província da Lunda Norte (interior-norte) está a capacitar as suas equipas de técnicos para a criação de logística para acudir a qualquer problema, nomeadamente com medicamentos e equipamentos de biossegurança.

Na próxima semana, segundo fonte da direção provincial da saúde daquela região diamantífera angolana, que partilha uma vasta fronteira com a RDCongo, vão ser realizadas visitas de constatação para avaliar a capacidade de resposta das administrações locais.

Na província do Moxico, leste de Angola, fronteiriça com a RDCongo e com a Zâmbia, as autoridades sanitárias e da guarda de fronteira estão em alerta máximo, para informar qualquer notificação de casos nos países vizinhos, segundo informação da delegação de saúde provincial.