Sociedade

Exercício físco previne o envelhecimento cerebral

Exercício físco previne o envelhecimento cerebral

Fazer exercício durante a idade adulta atrasa a perda de volume cerebral na velhice, revelaram os especialistas que não param de acrescentar novas descobertas à lista de benefícios da prática desportiva.

Os investigadores chegaram a esta conclusão depois de analisarem os exames de 1271 voluntários, que fizeram provas físicas quando tinham 41 anos, repetidos aos 60 anos.

De acordo com o que foi revelado na reunião da Associação Americana do Coração, as ressonâncias magnéticas ao cérebro e os testes cognitivos aos participantes no estudo revelaram que as pessoas que tinham pior forma física tinham uma pressão arterial e frequência cardíaca mais elevadas quando praticavam desporto, além de terem menor tecido cerebral.

Segundo explicou o investigador Helios Pareja, da Universidade Europeia de Madrid ao jornal espanhol "El Mundo", a conclusão além de fazer sentido é algo que os especialistas sabem há já algum tempo: "a forma física e o treino melhoram a saúde cerebral, tanto a nível funcional como morfológico".

A originalidade do resultado do novo estudo reside no facto de comprovar a relação entre o exercício físico e o envelhecimento cerebral através de parâmetros circulatórios, como a pressão sanguínea.

ver mais vídeos