transporte de doentes

Governo recebe taxistas no início de maio

Governo recebe taxistas no início de maio

Os taxistas vão ser recebidos pelo Secretário de Estado da Saúde na primeira quinzena de maio para analisarem a contestação que, esta segunda-feira, atingiu o ponto mais alto com uma marcha lenta em Lisboa. A informação foi transmitida aos jornalistas pelo ministro da Saúde, à margem da inauguração do novo Hospital de Amarante.

Paulo Macedo diz que o importante "é assegurar o transporte de doentes hemodialisados numa gestão integrada de percursos, numa lógica mais racional de custos".

O titular da pasta da saúde fez questão de justificar a alteração legislativa do transporte de doentes não urgentes, por esta ser "uma área de elevadíssima fraude".

"Foi feito um grupo de trabalho, fez uma proposta, vamos ver o que resulta dessa proposta. Os representantes dos taxistas vão ser recebidos em maio, vamos analisar", concluiu.

Mais de mil taxistas reuniram-se, esta segunda-feira, em Lisboa, em protesto contra a alteração do regime de contratação do serviço de transporte de doentes não urgentes, que o governo pretende entregar aos bombeiros.