Sociedade

Ministro quer reduzir as grandes urgências

Ministro quer reduzir as grandes urgências

O Ministério da Saúde quer reduzir de três para duas as urgências polivalentes do Grande Porto. A decisão, dependente do relatório final de um grupo de trabalho, está a agitar o hospital de Gaia, que receia perder para o "Santo António" e para o "S. João" .

Concentrar para reduzir - estas as palavras-chave da reforma hospitalar que o ministro da Saúde quer ver no terreno já no corrente ano e que correspondem aos desafios impostos pela troika. Em Agosto, Paulo Macedo criou, por decreto, um grupo de trabalho para a reforma da rede de urgências, que tem como missão apontar o caminho que traga menos custos.

Ler mais na versão e-paper ou na edição impressa