taxas moderadoras

Taxas moderadoras sobem 50% e Estado vai arrecadar mais 100 milhões

Taxas moderadoras sobem 50% e Estado vai arrecadar mais 100 milhões

As taxas moderadoras da Saúde vão aumentar 50%, no início de Janeiro. Segundo revelou o ministro da Saúde, Paulo Macedo, durante uma deslocação ao Hospital de S. João, no Porto, essa medida vai permitir ao Estado arrecadar mais 100 milhões de euros de receitas.

Paulo Macedo adiantou ainda que o decreto-lei, que fixa novas tabelas para as taxas moderadoras da saúde, já foi enviado para o presidente da República, Cavaco Silva.

"Segue-se a homologação da portaria", prevê o ministro da Saúde, especificando que as taxas moderadas que atá agora tinham um peso de 1% nas contas da Saúde vão passar a pesar 2%.

O governo publicou, esta terça-feira, em "Diário da República", o diploma que regula o acesso às prestações do Serviço Nacional de Saúde por parte dos utentes, no que respeita ao regime das taxas moderadoras e à aplicação de benefícios.