Sociedade

Médicos ingleses querem proibir tabaco dentro dos carros

Médicos ingleses querem proibir tabaco dentro dos carros

Médico britânicos querem que o Governo proíba o fumo dentro dos carros. Pedem um "passo audaz e valente" e lembram que o fumo do tabaco dentro dos veículos é 23 vezes mais tóxico do que dentro de um bar ou de qualquer outro espaço fechado.

As crianças e os idosos são os "fumadores passivos" mais expostos ao cocktail tóxico criado pelo fumo dos cigarros e pelos produtos químicos utilizados para fabricar o interior dos carros.

"O Reino Unido deu um passo na luta contra o tabagismo proibindo o fumo em espaços fechados, mas temos de fazer mais", defende Vivienne Nathanson, directora das Actividades Profissionais da Associação Médica Britânica. "É por isso que pedimos às autoridades britânicas que dêem o passo audaz e valente de proibir fumar nos veículos privados", acrescentou.

O primeiro-ministro britânico, um ex-fumador, admitiu já que, mesmo sendo partidário da proibição de fumar em espaços públicos, fica "um pouco nervoso" ao pensar regular o que as pessoas fazem dentro dos seus próprios carros.

Ainda assim, os médicos não desarmam e defendem que a próxima batalha deve ser a proibição do fumo dentro dos carros, "dentro dos quais as crianças continuam a absorver grandes quantidades de produtos contaminados que podem afectar o sistema imunitário", advoga Vivienne Nathanson.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG