Sociedade

Ministro da Saúde diz que autonomia é mais fácil para hospitais de boas contas

Ministro da Saúde diz que autonomia é mais fácil para hospitais de boas contas

Depois de conseguir conter a vaga de demissões no Centro Hospitalar de São João no Porto, mediante a cedência em algumas das reivindicações, o ministro da Saúde vem agora dizer que o Governo concorda em conceder maior autonomia aos hospitais portugueses, mas põe um critério em cima da mesa.

À margem da inauguração do novo pavilhão do Hospital distrital da Guarda, Paulo Macedo disse claramente que " a autonomia terá de ser seguida de maior responsabilidade pelo que será mais fácil de conceder aos hospitais com as suas contas equilibradas do que àqueles com défices grandes por reduzir".

Paulo Macedo respondeu assim à Ordem dos Médicos que na sequência do acordo a norte, instigou todos os hospitais a exigir ao Ministério da Saúde idêntico tratamento ao que foi dado ao Centro Hospitalar São João.

Aliás, o centro hospitalar do Porto foi o primeiro a dizer que o serviço de imagiologia está em rutura e que aguarda há meses pela contratação indispensável de uma centena de profissionais.

A este caso em concreto respondeu de forma genérica. " Vamos atender a estes e outros casos de uma forma mais rápida porque é do interesse das populações, dos hospitais e do Ministério da Saúde", disse o Ministro da Saúde.