vírus

Presidente da Nigéria declara estado de emergência nacional

Presidente da Nigéria declara estado de emergência nacional

O presidente da Nigéria declarou, esta sexta-feira, o estado de emergência devido à propagação da epidemia de Ébola que já provocou dois mortos no seu país, o mais populoso de África.

"O presidente Goodluck Ebele Jonathan declarou, esta sexta-feira, em Abuja, que é uma emergência nacional o controlo e contenção do vírus Ébola na Nigéria", referiu o seu gabinete em comunicado.

A diretora-geral da OMS, Margaret Chan, pediu à comunidade internacional que ajude os países afetados a combater a epidemia de Ébola, a pior em quatro décadas.

Em conferência de imprensa, Margaret Chan afirmou que os países da África Ocidental mais atingidos pela epidemia - Libéria, Serra Leoa, Guiné-Conacri e Nigéria - "não têm meios para responderem sozinhos" à doença e pediu "à comunidade internacional que forneça o apoio necessário".

Desde março, a epidemia já matou 961 pessoas e infetou mais de 1700.

O vírus do Ébola transmite-se por contacto direto com o sangue, líquidos ou tecidos de pessoas ou animais infetados.