O Jogo ao Vivo

hospitais

Serviços do Centro Hospitalar do Alto Ave distinguidos

Serviços do Centro Hospitalar do Alto Ave distinguidos

O Centro Hospitalar do Alto Ave foi distinguido com a classificação máxima nas áreas de Cirurgia de Ambulatório, Cuidados Intensivos, Ginecologia e ao nível dos procedimentos de segurança, adequação e conforto das instalações, informou a unidade de Guimarães.

Em comunicado, aquele centro hospitalar, composto pelos hospitais de Guimarães e de Fafe, adiantou os resultados do projeto Sistema Nacional de Avaliação em Saúde (SINAIS) da Entidade Reguladora da Saúde (ERS).

Avaliando os últimos dados do SINAIS, atesta-se a "continuidade do cumprimento global dos indicadores avaliados pela ERS, concretamente na avaliação sobre excelência clínica", afirma a unidade de Guimarães.

Quanto à Unidade de Guimarães, o texto destaca "os resultados de excelência clínica de nível III (o mais elevado) nas áreas de Cirurgia de Ambulatório, Cuidados Intensivos e Ginecologia. Assim como o mesmo nível de excelência máximo ao nível dos procedimentos de segurança e adequação e conforto das instalações".

O comunicado refere ainda que em áreas como a Cardiologia, Cirurgia Vascular e Obstetrícia, "vários indicadores concretos avaliados atingiram também o nível máximo".

Quanto a Fafe, o texto destaca "o nível de avaliação máximo de excelência clínica quanto a Cirurgia de Ambulatório e também no âmbito dos procedimentos de segurança do doente".

Perante os resultados divulgados, "o Centro Hospitalar congratula-se por manter a adequação e cumprimento global dos indicadores avaliados ao longo dos últimos anos, sendo mesmo destacado com excelência máxima, nas várias avaliações, em relação a algumas áreas como mulher e criança (Obstetrícia / Ginecologia e Pediatria / Neonatologia), cirurgia de ambulatório e cuidados intensivos".

O SINAIS, explica o texto, "é um sistema de avaliação da qualidade global dos serviços de saúde, em Portugal continental que visa facultar aos utentes informação, apresentada de forma clara e simples, sobre os níveis de qualidade disponíveis nos diversos estabelecimentos prestadores de cuidados de saúde de Portugal".

O comunicado explana ainda que aquele sistema "garante o acesso dos utentes a informação adequada e inteligível acerca da qualidade dos cuidados de saúde nos diversos prestadores, promovendo a tomada de decisões mais informadas".