Negligência Médica

Viveu oito meses com dreno de 17 cm dentro dela

Viveu oito meses com dreno de 17 cm dentro dela

A recuperar em casa da operação que fez há oito dias no IPO, Emília Fernandes poderá agora retomar os tratamentos oncológicos interrompidos pela descoberta de um corpo estranho junto ao peito.

As piores suspeitas foram confirmadas na quarta-feira ao final do dia. Com o relatório da cirurgia na mão, a família de Emília Fernandes ficou a saber que a idosa, de 73 anos, operada em fevereiro em Vila Real a um cancro da mama, ficou desde essa altura com um dreno no interior do corpo.

Leia mais na edição e-paper ou na edição impressa

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG