Sociedade

Stresse na gravidez premeia investigador do Minho

Stresse na gravidez premeia investigador do Minho

Um investigador da Universidade do Minho, Nuno Sousa, é o vencedor da I Edição do Prémio Janssen Neurociências, no valor de 50 mil euros, pelo trabalho sobre os efeitos do stress, em fases precoces do desenvolvimento (in útero). O prémio será entregue quinta-feira.

Nuno Sousa e a sua equipa concluíram que a exposição ao stress, ainda dentro da barriga da mãe, aumenta a predisposição para comportamentos aditivos e de toxicodependência, na idade adulta. O estudo contemplou animais expostos in útero a um glucocorticoide sintético (hormona libertada em resposta ao stress). "Percebemos que havia um efeito reativo e um programador", explicou Nuno Sousa.

Leia mais versão e-paper ou na edição impresso.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG