Sociedade

Tribunal aceita despedimento por ofensas no Facebook

Tribunal aceita despedimento por ofensas no Facebook

Pela primeira vez em Portugal foi proferida uma sentença sobre um trabalhador despedido por comentários no Facebook. O tribunal deu razão à empresa, rejeitando a impugnação do despedimento.

Otrabalhador foi demitido por justa causa em janeiro por publicar numa página do Facebook comentários (vulgo posts) considerados pelo juiz como ofensivos da imagem, dignidade e bom nome da Esegur - Empresa de Segurança, dos seus responsáveis e de alguns colaboradores.

Ler mais na versão e-paper ou na edição impressa

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG