Sociedade

"Viva o Benfica" em cantilena infantil dá queixa no Ministério da Educação

"Viva o Benfica" em cantilena infantil dá queixa no Ministério da Educação

Uma queixa no Ministério da Educação é o resultado do protesto de Eduardo Mascarenhas, pai de uma criança de quatro anos, que frequenta o jardim-de-infância de Ericeira, em Mafra, e que contestou a cantilena "vai-te embora pulga maldita/batata frita/viva o Benfica".

Em declarações ao "Jornal de Notícias", Eduardo Mascarenhas, que se confessa adepto do F. C. Porto, afirmou ter feito uma chamada de atenção aos responsáveis escolares, mas que "não teve recetividade", por considerarem "normal" a cantilena e as referências ao Benfica.

Numa reunião de pais, esta semana, até foi chamada a Polícia, sem qualquer razão que o justificasse. Desde então, segundo Eduardo Mascarenhas, "os pais estão proibidos de entrar no jardim-de-infância".

Quanto à filha, não tem ido à escola, por opção de Eduardo Mascarenhas e da mulher, que consideram não estarem reunidas as condições normais para frequentar o estabelecimento. Enquanto isso, aguardam o resultado da queixa apresentada ao Ministério da Educação, em defesa da "pluralidade de gostos" e o "respeito pela diferença e individualidade".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG