A1 Lisboa-Porto

A1 Lisboa-Porto

Opinião de Tiago Guilherme: A nostalgia das distâncias

Há 35 anos Portugal era muito maior. Não que o território tivesse mais quilómetros quadrados ou que ainda houvesse colónias. Era muito maior pelo tempo que demorávamos a chegar a destinos um pouco mais distantes. Não havia ainda autoestradas que rasgassem o país, os carros ainda não permitiam grandes velocidades e havia uma maior parcimónia nos gastos para longas deslocações. Eram, de facto, outros tempos. O Portugal anterior à então CEE, hoje União Europeia, era um país com poucas infraestruturas e com escassa diversidade de produtos. Mas, ao mesmo tempo, tudo tinha uma outra magia. A viagem de Lisboa a […]

A1 Lisboa-Porto

Porto: O que faz de um lugar o melhor para viver?

O que é que faz de um lugar o melhor lugar para viver? Penso nisto muito mais vezes desde que comecei a trabalhar na Evasões e conheci em reportagem cidades, vilas e aldeias de Portugal onde nunca tinha estado antes. E quando leio que mais um ranking descreve o Porto como a segunda melhor cidade do mundo para viver, voltei a pensar em como todos os lugares podem ser bons ou maus para viver. Isso depende de demasiadas subtilezas, mas é um tema perfeito para ser sobresimplificado e despejado na internet em forma de pacote viral. Não desdigo com isto […]

A1 Lisboa-Porto

Roteiros da Evasões: Onde nos levarem as perguntas

Vou contar aquilo que fazemos na Evasões, quando queremos fazer um roteiro de fim de semana em lugares que nos são desconhecidos (e quanto mais desconhecido e improvável é um lugar, mais apetite nos dá). É um procedimento simples, praticamente instintivo: procuramos falar com quem é de lá. Há sempre alguém a quem pedir ajuda, instruções, caminhos e boas mesas, segredos e revelações. Colegas que são de lá, amigos ou amigos de amigos que são de lá, família daquelas bandas e ainda, last but not least, as dicas que os leitores nos vão enviando. Também acontece ser um regresso com […]

A1 Lisboa-Porto

Lisboa: A fraca ou nula iluminação de praças e edifícios

Passear pelo centro da cidade de Lisboa à noite é em várias zonas uma desolação… E já nem é por estar deserta. O turismo de massas que temos recebido tem disfarçado a falta de lisboetas que percorrem as ruas da Baixa, Alfama, Chiado e Avenida depois das 20h00. Tento muitas vezes contrariar este absentismo dos moradores da Grande Lisboa com o seu centro. É devastador… O Rossio está muitas vezes sujo, com separadores partidos, carros e carrinhas em cima do passeio em frente ao Teatro D. Maria II. A Rua Augusta, cheia de «restaurantes» de baixíssima qualidade, tem fios (sabe-se […]

Imagens

Últimas