O Jogo ao Vivo

Afeganistão

Afeganistão

Rapariga pegou numa AK-47 para matar homens que assassinaram os pais

Nooria cresceu numa pequena aldeia no Afeganistão. Vivia com os pais e o irmão mais novo. Ela tem 15 anos, ele tem 12. Adolescentes como eles naquele país não conhecem nada além da guerra. No mês passado, entre o escuro da noite, a mãe e o pai de Nooria foram assassinados à porta de casa por um grupo de talibãs. A rapariga, a pensar na segurança do irmão, pegou numa AK-47 que o pai lhe ensinou a usar e disparou contra os invasores. Matou dois e feriu um terceiro. Agora, aquela adolescente tímida é considerada uma "verdadeira heroína".

Imagens

Últimas