ar livre

Evasões

Porto: há vida nova no Largo de São Domingos

O desaparecido Convento de São Domingos dá nome a este largo, outrora denominado Largo do Chafariz, por ter acolhido o chafariz situado, hoje, na Praça da Trindade, conta César Santos Silva, no seu livro «Passeios pelo Porto». Na fachada do que foi o convento, muito alterada, está agora o Palácio das Artes – Fábrica de Talentos, da Fundação da Juventude. É um largo interessante de observar, com os seus prédios de bonitas fachadas, caixas de eletricidade coloridas por arte urbana, esplanadas cheias, movimento. Tem vários restaurantes (tantos, que não cabem todos nesta seleção), hotéis e lojas, novas e centenárias. João […]

Ar livre

Esta rua íngreme de Coimbra já foi um autêntico mercado

Chama-se Martins de Carvalho, em homenagem ao jornalista e fundador do jornal "O Conimbricense", do século XIX, mas para muitos continua a ser a Rua das Figueirinhas. Subi-la é partir da Praça 8 de Maio, junto ao Café Santa Cruz, e ir descobrindo histórias até ao Mercado Municipal D. Pedro V. Tempos houve em que esta rua íngreme prolongava o mercado, ou "praça". De cima a baixo, havia bancas de pão, bolos e roupas, e gente num corrupio. «Era difícil transitar, ao ponto de as pessoas discutirem umas com as outras para passar», lembra Joel Araújo, que ali trabalha. A […]

Ar livre

Espetáculo multimédia volta ao Convento do Carmo

O anúncio foi feito pelo ateliê OCUBO na sua página oficial no Facebook: o espetáculo «Lisbon Under Stars» está pronto para regressar às ruínas do Convento do Carmo, em Lisboa, de 2 de maio a 17 de julho. Haverá duas sessões por dia, tal como na primeira edição, que teve mais de 30 mil espetadores. O «Lisbon Under Stars» é um espetáculo multimédia assente na projeção de imagens e áudio em 360 graus sobre as paredes e colunas das ruínas do Convento do Carmo – o que torna, segundo o OCUBO, «único em Portugal» – e retrata 600 anos da […]

Evasões

Uma rua de Lisboa com vários sabores e poderes curativos

Alguns edifícios estão revestidos em azulejos, outros dão nas vistas pelas suas cores vivas -azul, branco, laranja, rosa. Lado a lado, o resultado colorido desta rua que começa ainda no Cais do Sodré, no seguimento da Rua de São Paulo, e que termina já em Santos, faz que seja imortalizada nos telemóveis de muitos turistas. E portugueses. Ainda existem algumas zonas desta artéria em remodelações e obras, mas esse é mais um sinal do dinamismo e do crescimento que se tem verificado na Rua da Boavista. Hoje são variados os sabores gastronómicos e negócios que dão nova vida e energia [...]

Imagens

Últimas