aumentos salariais

Aumentos

Miguel Frasquilho renunciou a aumento na TAP

O Ministério das Infraestruturas e Habitação anunciou que Miguel Frasquilho, presidente do Conselho de Administração da TAP, "já comunicou a intenção de renunciar a qualquer diferencial que resulte de acumulação das funções com efeitos à data de 28 de outubro", sem comentar informações de que possa ter havido pressão do ministro perante a polémica que se instalou com os aumentos. Por sua vez, Frasquilho diz que abdica da subida salarial para participar de forma "tranquila" nas negociações sobre o futuro da TAP.

Imagens

Últimas