Campismo

Loulé

Residentes obrigados a deixar Parque de Campismo de Quarteira "sem sítio para ir"

Cerca de 20 famílias que têm residência permanente no Parque de Campismo de Quarteira estão a ser obrigadas a abandoná-lo até dia 15 de abril. A Orbitur, empresa que gere o espaço, foi notificada de que tinha de entregar o terreno ao proprietário - um fundo imobiliário - até essa data, mas garante que está "a fazer tudo" para tentar alargar o prazo, devido ao Estado de Emergência em vigor.

Imagens

Últimas